Saiba como ter acesso à linha de crédito emergencial para micro e pequenas empresas de PE

segunda-feira, março 15, 2021
A linha de crédito emergencial para micro e pequenas empresas afetadas pela pandemia, anunciada pelo governo do estado no domingo (14), abre para solicitações de empréstimo a partir das 12h desta segunda-feira (15), de acordo com o gestor da Agência de Empreendedorismo de Pernambuco Márcio Stefanni. O gestor tirou dúvidas sobre regras e como ter acesso ao crédito.


O valor total destinado a essa linha de crédito estadual é de de R$ 10 milhões. Segundo Stefanni, ele deve ser utilizado para auxiliar cerca de 200 empresas que sofreram com a pandemia da Covid-19.


"A taxa é mais barata, o prazo é de até 30 meses, [...] e todos aqueles que foram afetados pela pandemia terão acesso. Quem pode [solicitar] são as empresas que faturam até R$ 4,8 milhões por ano", explicou o gestor.


Os empreendedores e empresários do estado interessados devem entrar no site da Agência de Empreendedorismo de Pernambuco e realizar o pré-cadastro. Depois, a agência deve entrar em contato para solicitar os documentos necessários.



Saiba como ter acesso à linha de crédito emergencial para micro e pequenas empresas



Stefanni apontou também que é preciso, durante o pré-cadastro, informar como a empresa foi atingida pela pandemia e que garantias têm a oferecer. "A pessoa que quer tomar o crédito pode ofertar um automóvel, equipamentos da empresa, desde que tenha até cinco anos de sua compra", explicou.


A partir da entrega de todos os documentos, o governo tem até 30 dias para liberar o pagamento, disse Stefanni.


"É importante dizer que esse dinheiro pode ser utilizado para pagamento de salários, pagamento de fornecedores, pagamento de concessionais, seja a Celpe [Companhia Energética de Pernambuco] ou Compesa [Companhia Pernambucana de Saneamento]. O empresário definirá onde aplicar esse dinheiro", disse.


Segundo o governo, o crédito disponível para cada estabelecimento é de até R$ 50 mil. Certidões de regularidade não serão cobradas nesse momento, mas a empresa vai ser analisada pelo seu histórico de pagamentos anteriores e a relação com a pandemia, explicou o gestor.



"Nós veremos a capacidade de pagamento dessa empresa. Veremos também de acordo com o faturamento que ela tinha e não vamos considerar somente o faturamento de 2020, porque sabemos que todas foram afetadas pela pandemia", afirmou Stefanni.


Ainda segundo o gestor, a taxa de juros é de 2,5% ao mês, mas os que pagarem em dia têm 50% de desconto. "Quem conseguir pagar em dia terá um desconto e o prazo total [para o pagamento] será de até 30 meses, com seis meses de carência", disse.


Para demais dúvidas, o governo disponibilizou o telefone gratuito 0800 081 8081.



Outras medidas



Além da linha de crédito, o governo do estado também anunciou no domingo (14) a suspensão das cobranças das tarifas sociais de água, contemplando cerca de 600 mil pessoas. Também foi assegurado o pagamento da parcela do 13ª do Bolsa Família Estadual.


Outra medida já adotada, foi o pagamento do Auxílio Emergencial do Ciclo Carnavalesco, que beneficia artistas, grupos e agremiações culturais que ficaram impedidos de trabalhar durante o Carnaval deste ano por causa da pandemia.

G1

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »