Pela primeira vez, uma ministra britânica tira licença-maternidade

terça-feira, março 02, 2021
A ministra Suella Braverman se tornou, nesta terça-feira (2), o primeiro membro de um governo britânico que pode tirar uma licença-maternidade conservando seu cargo, após a entrada em vigor de uma nova lei.

Braveman, de 40 anos, será substituida durante seis meses por um de seus adjuntos, enquanto continua recebendo seu salário como procuradora-geral, cargo ministerial que aconselha o Executivo em questões jurídicas.

Grávida de seu segundo filho, a ministra expressou em um vídeo no Twitter seu entusiasmo por "fazer parte da história".

AFP

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »