Paulo Câmara abre Fórum Pernambucano de Mudança do Clima

terça-feira, março 16, 2021
O governador Paulo Câmara abriu, na manhã desta terça-feira (16.03), o Fórum Pernambucano de Mudança do Clima. O debate, realizado por videoconferência, marcou o Dia Nacional da Conscientização sobre Mudanças Climáticas e reforçou uma importante discussão que vem sendo travada pelo governo estadual com a sociedade pernambucana sobre a necessidade de redução da emissão de gases de efeito estufa e o processo de construção de um futuro com baixo carbono, resiliente e inclusivo.

“Pernambuco tem sua Política Estadual de Mudanças do Clima desde 2010. Desde então, vem desenvolvendo diversas ações buscando a mitigação da emissão de gases de efeito estufa e a adaptação aos efeitos da mudança do clima”, destacou Paulo Câmara, reforçando seu apoio à ideia de uma retomada econômica verde, que impulsione o desenvolvimento focado na descarbonização, nos investimentos em tecnologia e em empregos verdes. “É preciso construir um caminho com metas de redução de emissões, permitindo o monitoramento e a avaliação de sua implementação. Acredito que esse trabalho poderá orientar o desenvolvimento do Estado, promovendo atividades de ações que reduzam a emissão de gases, geração de empregos, renda e qualidade de vida”, acrescentou o governador.

De acordo com o secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, o tema do encontro – “Mudanças Climáticas na percepção dos brasileiros” – é de extrema importância e merece uma reflexão profunda sobre as responsabilidades a serem assumidas por governos, entidades, empresas e cidadãos. “As alterações do clima e suas consequências são uma realidade vivida e enfrentada hoje por todos nós. Ela está presente nas chuvas intensas que alagam a Região Metropolitana do Recife, nas secas prolongadas e no processo de desertificação no interior”, reforçou Bertotti.

O debate foi transmitido ao vivo no canal da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) no Youtube, com a participação do embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ibánez; o representante da UE no Brasil, Ignacio Asenjo; o diretor-presidente do Instituto Ethos, Caio Magri; o diretor-executivo do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro (ITS), Fabro Steibel; o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Geraldo Julio; e a ex-secretária de Meio Ambiente e vereadora do Recife, Cida Pedrosa.

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »