Número de Microempreendedores em Pernambuco cresce mais de 1.000% em uma década

quinta-feira, março 11, 2021

De dezembro de 2010 a dezembro de 2020, a quantidade de microempreendedores individuais formalizados (MEI) em Pernambuco aumentou cerca de 1.244%, indo de 28.586 para 355.677. Em 28 de fevereiro de 2021, o número já correspondia a 366.581. Esses dados colocam o Estado em oitavo lugar dentre os que mais crescem em microempreendedorismo no Brasil, e em segundo no Nordeste, atrás apenas da Bahia, que tem uma população maior - mais de 15 milhões de habitantes.


Nos últimos três anos, esse número também teve um aumento significativo. Os 246.576 microempreendedores cadastrados em 2018 passaram a ser 298.694 no final de 2019. Tudo isso, somado à quantidade de pessoas que realizaram o sonho de empreender ou buscaram uma alternativa financeira durante a pandemia em 2020, chegou a 355.677.

Para acompanhar e auxiliar esse microempresários, tirar dúvidas e ainda incentivar a formalização, a Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação estadual (SETEQ) conta com seis unidades do Expresso Empreendedor. O espaço anteriormente localizado na Rua da União, no Recife, mudou de endereço na última segunda-feira, e está dentro da Agência do Trabalho.

A plataforma digital Compre PE, também idealizada pela SETEQ, dá visibilidade aos microempreendedores pernambucanos. O site de compras é focado no mercado local e valoriza o que é vendido no Estado. Lassana Magassouba, 32 anos. Veio do Senegal, país localizado na África, para arriscar uma mudança de vida no Brasil. Chegou ao Recife há três anos e, na capital pernambucana, tornou-se empreendedor.

Montou um ateliê que vende moda afro no Centro do Recife, revolucionando a área, com cores e novidades, um dos pioneiros. Na pandemia, ele teve que se reinventar, fazer máscara, touca e avental, e apostar na venda a domicílio. Agora, após as perdas, reabriu as portas e retomou as suas vendas, fazendo roupas para homens e mulheres e produzindo sob encomenda para todos os tipos de corpos, sob medida.

Lassana é um dos empreendedores que surgiu nesta década. Ele também está no Compre PE, A plataforma também exige serviços de prestadores e abrange todos os municípios, talentos conhecidos e desconhecidos.

“Criamos esta plataforma pública e gratuita com o objetivo de gerar renda e emprego para os pernambucanos, para dar visibilidade a tanta beleza que existe nos municípios do estado e na nossa capital”, disse o secretário do Trabalho, Emprego e Qualificação, Alberes Lopes.

Segundo o secretário Alberes Lopes. o Compre PE é uma loja virtual que, a partir do seu uso contínuo pelos pernambucanos, será fortalecida e passará por aperfeiçoamentos. O site mostra os contatos de telefone e as redes sociais de cada empreendimento e MEI, ou prestador de serviço. O consumidor que quiser comprar algum produto pode entrar no site comprepe.pe.gov.br, e encontrar várias opções.

Para se cadastrar no Compre PE, tirar dúvidas, entre em contato pelo e-mail ou pelo telefone. Entre no site comprepe.pe.gov.br
E-mail: atendimento@seteq.pe.gov.br
Telefones: (81) 98494-2858 / 3184-7880

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »