Igreja na Holanda que desafiava restrições contra Covid-19 é alvo de explosão

terça-feira, março 30, 2021

A polícia holandesa investiga, nesta terça-feira (30), uma explosão em uma igreja perto de Roterdã, que abriu as portas no fim de semana passado, desafiando as restrições para combater a pandemia da Covid-19.


Moradores de Krimpen aan den Ijssel ouviram uma forte explosão por volta das 4h30 (23h30 em Brasília), na igreja Mieraskerk, onde um jornalista que tentava cobrir no domingo a reabertura do local de culto foi atacado por fiéis.


"Ninguém ficou ferido na explosão, mas a fachada do prédio foi danificada", disse a polícia no Twitter, acrescentando que uma investigação foi aberta. Segundo a imprensa holandesa, a polícia acredita que a explosão tenha sido causada por fogos de artifício.


Centenas de fiéis compareceram a uma missa no domingo, na igreja Krimpen, perto da cidade portuária de Roterdã, apesar das restrições impostas pelas autoridades que limitaram as reuniões a menos de 30 pessoas. Devido às leis de liberdade religiosa, o governo holandês não pode intervir nas igrejas, nem impor multas.


Um repórter do RTV Rijnmond, que foi à igreja no domingo, disse que foi agredido, com chutes e empurrões. Na cidade de Urk (centro), outro jornalista do tabloide PowNed foi atropelado por um carro no domingo, quando tentava entrevistar pessoas na saída da igreja de Sionkerk.

AFP

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »