Deputado defende punição a Eduardo Bolsonaro e diz que 'não há transmissão anal de Covid-19'

quinta-feira, março 11, 2021
O deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) vai propor que a bancada do PT represente contra o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados.


O parlamentar, que comandou o Ministério da Saúde no governo de Dilma Roussef, respondeu nesta quinta (11) no Twitter às afirmações do filho do presidente, que mandou a população "enfiar no rabo" as máscaras usadas para prevenir a Covid-19.

"A Saúde adverte: não há transmissão anal da Covid-19. Parece absurdo ter que explicar, mas a família Bolsonaro nos obriga a isso", afirmou.

Na quarta (10), o filho do presidente Jair Bolsonaro criticou o excesso de questionamentos sobre o uso da máscara de proteção contra o novo coronavírus em um vídeo publicado em seu perfil no Instagram.

"Eu acho uma pena, essa imprensa mequetrefe que a gente tem aqui no Brasil fique dando conta de cobrir apenas a máscara. 'Ah a máscara, está sem máscara, está com máscara'. Enfia no rabo gente, porra! A gente está lá trabalhando, ralando", disse Eduardo na gravação.

A declaração foi dada enquanto o deputado e filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comentava a viagem que fez para Israel junto a uma comitiva brasileira para conhecer o spray contra a Covid-19 que está em fase de testes iniciais no país do Oriente Médio.

Folhapress

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »