À CNN, João Campos declara que aceleração de vacina é única saída efetiva para combate à pandemia

domingo, março 28, 2021

Em entrevista neste sábado (27) concedida em rede nacional para a emissora CNN Brasil, o prefeito João Campos analisou o cenário local no enfrentamento à pandemia com as medidas restritivas ora em vigor na cidade. Segundo o prefeito, a cidade vem adotando o tripé ‘isolamento social’, ‘velocidade na vacinação’ e ‘abertura de novos leitos’ para o embate direto contra a crise sanitária. A cidade, que possui uma rede municipal própria de 350 leitos para o enfrentamento à covid, já conta com 11,5% da sua população vacinada, índice expressivo mediante o cenário nacional, em que apenas 7,5% dos brasileiros já receberam doses do imunizante.,

A boa performance na imunização da população é a gestão eficaz proporcionada pela digitalização completa do procedimento, uma vez que a cidade exige cadastramento e agendamentos on line através do Conecta Recife, o que permite um controle e planejamento totais das etapas que vêm sendo adotadas na capital pernambucana. Atualmente, Recife já vacina profissionais de saúde acima de 50 anos, além de idosos de 64 ou mais anos, sendo a primeira capital do Nordeste a vacinar essa faixa etária. No momento, a cidade enfrenta quarentena rígida, com restrição de atividades econômicas e sociais desde o dia 18 de março e, a partir do dia 1 de abril, retoma as atividades econômicas de forma gradual, mas com restrições de horários de atendimento ao público.

Sobre os impactos gerados pelo processo de suspensão de atividades econômicas, o prefeito é consciente do quão difícil o momento exige de população e empresariado. “Ter que fazer uma medida restritiva não é algo que você comemora porque o impacto socioeconômico é muito forte. Todo mundo quer defender a vida e nenhum líder quer ver as atividades econômicas ruírem, a receita diminuir ou o desemprego aumentar, mas precisamos de uma decisão de equilíbrio. Nós precisamos unir o Brasil para vacinar mais porque a única saída efetiva para esse momento é a vacina. A Vacina é quem está salvando vidas”, vaticinou o prefeito, que defende maior aceleração no procedimento de imunização e citou como exemplo a curva do Recife, em os idosos vacinados são o grupo de cidadãos cujas taxas de internamento têm sido reduzidas desde o início do ciclo de vacinação.

Ao ser questionado acerca de ações de amparo à população em plena pandemia, João Campos falou acerca da criação do Auxílio Municipal Emergencial (AME), benefício que será estendido a 30 mil famílias inscritas no Cad Único, sendo que 17 mil delas não são sequer beneficiárias do Bolsa Família. Para estas, o valor do benefício será de R$ 150 mensais durante os meses de abril e maio. As outras 13 mil famílias beneficiárias são aquelas que acessam o Bolsa Família mas que têm crianças de 0 a 3 anos. “A Gente tem que priorizar a primeira infância e a primeiríssima infância”, explicou acerca de um dos tópicos que foi defendido ainda durante sua campanha, no pleito de 2020.
.

Campos ainda destacou a iniciativa do Recife Solidário, campanha lançada no aniversário da cidade, em 12 de março, e que visa arrecadar alimentos para doar às famílias em situação de vulnerabilidade.A partir de hoje a campanha ganhou mais musculatura e foi ampliada, com recebimento de alimentos não-perecíveis nos 11 pontos de drive-thru de vacinação da capital. “Estamos estimulando para que toda pessoa que for se vacinar leve um quilo de alimento não perecível. Quem recebe uma dose de esperança da vacina, que leve também uma dose de solidariedade para podermos doar para as famílias que mais precisam nesse momento”, pontuou.

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »