Tiger Woods é operado após sofrer 'múltiplas lesões' nas pernas em grave acidente de carro

quarta-feira, fevereiro 24, 2021
O americano Tiger Woods, um dos maiores golfistas da história, foi submetido a uma cirurgia nas pernas depois de bater sozinho com seu carro na manhã de terça-feira em uma rodovia perto de Los Angeles, na Califórnia.


Woods foi encontrado em estado consciente após a colisão, que aconteceu em uma estrada de Ranchos Palos Verdes, ao sul de Los Angeles.

Woods sofreu "múltiplas lesões" nas pernas, disse seu agente, Mark Steinberg, em um comunicado à mídia norte-americana.

O veículo off-road de Woods, de 45 anos, acabou capotado em uma estrada sinuosa, com a frente bastante danificada e os airbags disparados, a vários metros do local do acidente, em uma área residencial, explicou o gabinete do xerife do condado de Los Angeles.


Carlos Gonzalez, um auxiliar de xerife e o primeiro oficial a chegar à área, disse que Woods foi encontrado "lúcido e calmo".

"Ele me disse que seu nome era Tiger e naquele momento eu o reconheci", explicou González em uma entrevista coletiva.

As equipes de resgate tiveram que usar ferramentas especializadas para extrair Woods de seu carro.

Em seguida, foi transportado pela estrada para o Harbor-UCLA Medical Center, especializado em traumatologia.

Woods, que estava viajando sozinho no único carro envolvido no acidente, teve que ser removido do veículo pelos bombeiro.

O diretor médico do Harbor-UCLA Medical Center, Anish Mahajan, informou durante a noite que Woods passou por uma "longa intervenção cirúrgica" de emergência por "lesões importantes" na parte inferior da perna e no tornozelo direitos.

O atleta sofreu fraturas expostas na parte superior e inferior da tíbia e fíbula e lesões adicionais nos ossos do pé e tornozelo, disse o médico em um comunicado publicado na conta de Woods no Twitter.

As fraturas tiveram que ser estabilizadas com a inserção de hastes e uma combinação de parafusos e pregos, explicou.

"Ele está acordado, receptivo e se recuperando no quarto do hospital", completa a nota.

As causas do acidente serão investigadas nos próximos dias, informou o xerife de Los Angeles, Alex Billanueva.

Não foram encotradas evidênciass de que Woods estivesse sob efeito de álcool ou algum tipo de droga.

O jogador de golfe foi anfitrião do torneio Genesis Invitational na semana passada no Riviera Country Club, perto de Los Angeles, onde não pôde competir devido a uma recente cirurgia nas costas.

De acordo com uma fonte policial citada pelo Los Angeles Times, Woods estava dirigindo em alta velocidade e perdeu o controle de seu veículo antes de capotar várias vezes.

"Devido à situação e ao estado em que encontramos o veículo, ele não conseguiu abrir a porta e sair", disse um porta-voz do corpo de bombeiros ao jornal. "Nós o tiramos, o ajudamos a sair do veículo."

Comoção no mundo do esporte

As estrelas do esporte, como as lendas da natação Michael Phelps e do basquete Earvin 'Magic' Johnson, se manifestaram pela rápida recuperação de Woods.

O acidente teve um impacto especial no mundo do golfe, onde gerou grande comoção entre os colegas.

"Estou com o coração partido e em choque após saber do acidente de Tiger Woods hoje", escreveu o campeão do Aberto dos EUA, Bryson DeChambeau, no Twitter.

"Espero que Tiger esteja bem", disse o americano Justin Thomas, número 3 do mundo. "Dói ver um de seus... agora um dos meus melhores amigos, sofrer um acidente. Eu só espero que ele esteja bem. Eu só me importo com os filhos dele. Tenho certeza de que eles estão lutando".

O comissário do circuito da PGA, Jay Monahan, divulgou um comunicado dizendo que aguarda mais informações sobre o estado de saúde de seu astro.

"Em nome do PGA Tour e dos nossos jogadores, Tiger está em nossas orações e terá todo o nosso apoio enquanto se recupera", disse ele.

O lendário Jack Nicklaus, o único golfista a ganhar mais torneios de Grand Slam (18) do que Woods (15), também expressou preocupação ao saber do acidente.

"Queremos oferecer nosso sincero apoio e orações neste momento difícil", escreveu ele no Twitter.

"Enviando minhas orações a Tiger Woods e a sua família esta noite para uma pronta recuperação para o melhor de todos os tempos do golfe. Se aprendemos algo ao longo dos anos é nunca descartar Tiger", afirmou o ex-presdidente Barack Obama no Twitter.

"Fique bom logo, Tiger. Você é um verdadeiro campeão!", disse o ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, amante do esporte e dono de campos de golfe, em nota divulgada por meio de um porta-voz.

"Não tenho dúvidas de que ele vai voltar", disse Trump mais tarde em uma entrevista à Fox. "Há algo único e especial em Tiger."

Incidentes e problemas pessoais

Tiger Woods é um dos maiores jogadores de golfe da história, com 15 vitórias no Grand Slam e um total de 82 títulos PGA, um recorde do circuito que ele compartilha com o lendário Sam Snead.

O jogador foi recentemente submetido a uma quinta cirurgia para tratar de problemas nas costas, que têm dificultado o seu desempenho nas últimas temporadas.

Apenas no domingo, Woods reconheceu que sua participação no próximo Augusta Masters, que será realizado em abril, era incerta.

Esta nova cirurgia mais uma vez voltou a gerar dúvidas sobre o futuro esportivo de Woods, que em outras ocasiões protagonizou recuperações espetaculares de suas lesões e problemas pessoais.

Woods era um dos atletas mais admirados do mundo quando se envolveu em um grande escândalo em 2009, quando sofreu outro acidente de carro em frente à sua casa em Windemere, Flórida.

Depois, começaram a vir à tona inúmeras casos de infidelidade o que, um ano depois, levaram ao divórcio de sua esposa, a sueca Elin Nordegren, com quem teve dois filhos, e o fizeram perder patrocínios importantes.

Em 2010 ele voltou às competições, mas seus problemas nas costas o levaram a se submeter a quatro cirurgias entre 2014 e 2017.

Em maio de 2017, Woods foi preso perto de sua casa na Flórida depois de adormecer ao volante de seu carro na rua. O golfista justificou dizendo que havia tomado uma mistura de medicamentos prescritos.

Woods se declarou culpado de direção imprudente e teve que sofrer uma multa e prestar serviços comunitários.

Em 2019, ele voltou ao sucesso ao conquistar o Augusta Masters, seu primeiro título importante desde o US Open de 2008 e que o fez sonhar em alcançar o recorde de Jack Nicklaus.

Em uma carreira brilhante que abrange mais de um quarto de século, Woods conquistou cinco edições do Augusta Masters, quatro do PGA Championship e três do US Open e do British Open.

Sua última aparição em campo foi no torneio familiar PNC Championship, no qual ele competiu pela primeira vez como uma dupla com seu filho Charlie, de 11 anos.

AFP

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »