Hereda avalia suporte aos prata da casa: “procuro ser uma ponte para o profissional”

quarta-feira, fevereiro 17, 2021
Cada início de temporada no Náutico é marcado por caras novas. Não só de contratados, diga-se. Alguns atletas da base são incorporados no treinamento dos profissionais. Em 2021, nomes como Carlão, Thassio e Bahia devem ganhar mais espaço no time principal - o primeiro, inclusive, já estava como opção do Timbu desde a época anterior. Nessa transição, é um antigo prata da casa que tenta fazer a ligação entre os mais novos e os mais experientes.


“Procuro sempre me comunicar com eles. Dou total liberdade para que eles se sintam bem e possam exercer o bom futebol. Assim como foi comigo, que sempre procurei ajuda dos mais velhos. Procuro ser essa ponte (base para o profissional) para eles”, afirmou o lateral-direito Hereda.

O jogador também fez uma autoavaliação da temporada anterior e citou as metas para 2021. “Comecei o ano bem, tive uma queda no início da Série B, mas após a chegada de Hélio, eu consegui dar a volta por cima. Ele me deu muita confiança, conversava sempre comigo. Fico feliz de ter sido reconhecido. Não foi o melhor ano para mim, mas espero que 2021 seja melhor”, afirmou o jogador.

“Todo início de temporada, eu anoto tudo no papel e vejo o que quero para minha vida, traçando meus objetivos. Eu quero me destacar em todos os campeonatos, sendo o melhor lateral, marcando bem, fazendo gols e dando assistências”, concluiu.

Folhape

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »