Fifa adere à campanha da OMS por ‘acesso justo às vacinas’

terça-feira, fevereiro 02, 2021
A Fifa anunciou participação na campanha da Organização Mundial da Saúde (OMS) por “acesso justo às vacinas, tratamentos e diagnósticos para a covid-19”. O presidente da Fifa, Gianni Infantino, e o ex-atacante do Liverpool e da Inglaterra Michael Owen estiveram em uma entrevista coletiva da OMS nesta segunda-feira (1º de fevereiro) para lançar a campanha de conscientização.


“Todos nós temos que fazer a nossa parte na batalha contra o [novo] coronavírus. Também pedimos à comunidade internacional que atue em conjunto para garantir igualdade de condições em relação ao acesso a vacinas, tratamentos e testes de diagnóstico em todo o mundo”, disse Infantino.

A Fifa lançará sua campanha durante o Mundial de Clubes deste mês em Doha (Catar) com uma série de vídeos promocionais com jogadores e técnicos do torneio. Owen é um dos ex-jogadores que se juntará à campanha.

“É importante que o futebol permaneça em sintonia com a sociedade e desempenhe um papel importante no tratamento de questões que afetam a todos”, afirmou.

Infantino disse que a Fifa continuará apoiando os esforços. “Crianças de todo o mundo talvez ouçam mais se Michael Owen ou outros ídolos afirmarem ‘você tem que lavar as mãos’, do que uma grande personalidade da política ou da saúde ou um médico”, acrescentou o dirigente.



Agência Brasil

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »