Em Brasília, João Campos busca novas fontes para investimentos no Recife

quinta-feira, fevereiro 11, 2021
O prefeito João Campos fez a sua primeira viagem institucional como prefeito do Recife à Brasília nesta quarta-feira (10). Na pauta, a busca de recursos para investir na cidade. O prefeito esteve reunido com a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF). O prefeito também teve audiência com o presidente da Câmara dos Deputados, na qual defendeu a criação de um novo auxílio emergencial.

Na Secretaria de Tesouro Nacional, órgão ligado ao Ministério da Economia, o prefeito foi recebido pelo secretário do Tesouro Nacional, Bruno Funchal e tratou de alinhar o Plano de Ajuste Fiscal da Prefeitura do Recife. De acordo com o prefeito, o objetivo é recuperar a capacidade de pagamento do município para o nível B, o que permite a contratação de linhas de crédito com entidades financeiras internacionais.

“A gente teve reunião na Secretaria do Tesouro Nacional, falando dos planos e ajustes que a gente vai fazer no Recife para garantir que a gente consiga a Capacidade de Pagamento de nível B, para poder fazer empréstimos internacionais, com aval da Secretaria do Tesouro Nacional”, explicou João Campos.

Entre as entidades que oferecem esse tipo de financiamento está o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF). O prefeito teve um primeiro encontro com a diretoria do Banco no qual discutiu as opções de linha do banco que são boas opções para a cidade do Recife. Participaram do encontro o representante do escritório no Brasil, Jaime Holguín e o executivo sênior para setor público no Brasil, José Rafael Neto.

“O CAF é o Banco de Desenvolvimento da América Latina, que faz parcerias com municípios e estados brasileiros, e a gente aqui veio discutir uma série de projetos que serão feitos lá no Recife. Projetos na área de infraestrutura, de meio ambiente e que a gente este ano vai poder avançar nos projetos e preparar uma carteira de obras e de investimentos, que pode ter a CAF como agente intermediador dessas ações”, disse o prefeito.

“Falamos também de como Recife vai poder acessar o GEF, que é o fundo mundial de meio ambiente e a gente sabe que é fundamental num momento, sobretudo de crise, encontrar caminhos, solução, para vencer os maiores problemas existentes”, completou.

No encontro com o presidente da Câmara dos Deputados, o prefeito defendeu a retomada do protagonismo do Congresso na criação de um novo auxílio emergencial. “Tive uma reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, o deputado Arthur Lira e falamos sobre o auxílio emergencial. É fundamental que o Congresso tenha mais uma vez protagonismo nessa pauta e fazer a aprovação de um novo auxílio. Só no Recife, eram em torno de R$ 350 milhões que circulavam e que ajudam várias pessoas, a população mais vulnerável e ajudava a movimentar o comércio também. Eu fui o criador da Frente Parlamentar em Defesa da Renda Básica, presidi ela, e defendo que seja constituído um auxílio emergencial de caráter nacional”, avaliou o prefeito.

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »