Arruda passará por vistoria e eleição pode acontecer na quinta

quarta-feira, fevereiro 10, 2021
Marcada inicialmente para acontecer na quarta (10), a eleição presidencial do Santa Cruz tem uma nova data prevista, agora na quinta (11). No final desta manhã, por recomendação da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), o pleito havia sido suspenso. O órgão enviou um ofício a Paulo Borba, presidente do Conselho Deliberativo do clube, reforçando que, por conta do Decreto Estadual nº 50.077, de 20 de janeiro de 2021, estão proibidos os eventos corporativos, institucionais e sociais no período de 25 de janeiro a 23 de fevereiro de 2021, devido à pandemia da Covid-19. Porém, após o Tricolor entrar em contato com o Governo, detalhando os protocolos que serão adotados na assembleia geral, a autoridade sanitária deliberou que as medidas preventivas elencadas sejam vistoriadas na quarta, no Arruda. Se aprovadas pelos órgãos de fiscalização, as eleições serão realizadas no dia posterior.


A eleição deve reunir, de acordo com o Santa Cruz, aproximadamente dois mil sócios. Segundo o presidente do CD, Paulo Borba, o clube fez ainda em janeiro a solicitação para a liberação do evento, mas só recebeu a resposta na véspera do pleito. Durante o dia, representantes das três chapas da disputa participaram de uma reunião com o atual mandatário coral, Constantino Júnior. Na conversa, os postulantes ao cargo máximo do Executivo se responsabilizaram em evitar aglomerações.



Confira a nota

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) recebeu, no último dia 4 de fevereiro, uma consulta sobre a realização da assembleia geral ordinária para as eleições do Santa Cruz Futebol Clube. No documento, o Conselho Deliberativo do clube solicita autorização da eleição explicitando tão somente a previsão de que cerca de duas mil pessoas participariam do pleito.

Ignorando o Decreto Estadual nº 50.077, de 20 de janeiro de 2021, que determina a suspensão da realização dos eventos corporativos, institucionais e sociais no período de 25 de janeiro a 23 de fevereiro de 2021 e sem qualquer menção a protocolo sanitário específico para o certame.

Na tarde desta terça-feira (09.02), um novo pedido de realização do evento, dessa vez assinado pela comissão eleitoral, trouxe detalhes sobre o protocolo sanitário a ser adotado para a realização da assembleia geral.

Em se tratando de um evento de grande porte, a autoridade sanitária deliberou que as medidas preventivas elencadas no documento sejam vistoriadas nesta quarta-feira e, sendo aprovadas pelos órgãos de fiscalização, as eleições possam ser realizadas a partir da quinta-feira, 11 de fevereiro.

FolhaPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »