Requalificação em estações de BRTs no Recife deslocam usários para outros terminais

quarta-feira, janeiro 13, 2021
Das vinte estações de BRT do Recife e Região Metropolitana que vão passar por obras de requalificação, oito delas tiveram as obras iniciadas na última segunda-feira (11). E como parte dos planos de ação durante o período das reformas, algumas delas não vão funcionar e os usuários podem embarcar e desembarcar em estações próximas.

Na Cruz Cabugá, por exemplo, a Estação IEP está fechada e os usuários que antes utilizavam o terminal devem se dirigir à Estação 13 de Maio, assim como quem utiliza o transporte público na Estação Guararapes (Módulo I), área central do Recife, também fechada e com aviso de que o embarque e desembarque no local deve ocorrer na Guararapes II ou na Estação Hospício.

Para Auriceia Barbosa, confeiteira, moradora do Alto José Bonifácio e usuária do transporte público, o momento não deveria ser de reformas, tanto pela pandemia e transtorno em deslocamento para outras estações, quanto por outras prioridades que, segundo ela, deveriam ser colocadas à frente das obras.


“ Até acho que algumas estações estão deterioradas e precisam de reformas, mas poderia esperar. Precisamos de segurança, de funcionários para atender ao público e de deslocamento facilitado por causa da pandemia. É um transtorno encontrar estações fechadas e mais uma vez só dificulta a vida do cidadão”, opina.

Auriceia Barbosa, usuária de transporte público, se queixa de encontrar estações fechadas

Piso, teto e lâmpadas de LED

Orçada em pouco mais de R$ 4, 5 milhões, a requalificação das vinte estações de BRT’s que compõem os corredores Norte/Sul e Leste/Oeste do Recife e Região Metropolitana, tem à frente o Grande Recife Consórcio de Transporte – que já havia iniciado reformas pontuais no fim do ano passado em decorrência de vandalismo ocorridos em algumas das estações.



Em uma primeira etapa, oito estações passarão pela requalificação de piso, teto, pintura e colocação de iluminação de LED, dentre outros itens. São elas: IEP e Santa Casa de Misericórdia, ambas na Cruz Cabugá; Maurício de Nassau, Guararapes (Módulo I), Riachuelo, Matias de Albuquerque e Nossa Senhora da Carmo, no Centro do Recife e na Estação Bultrins, em Olinda.

FolhaPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »