Com volta de Hélio, Náutico recebe América/MG, de Lisca, pela Série B

terça-feira, janeiro 12, 2021
Não foi fácil para o Náutico deixar a zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. O Timbu estava há 14 rodadas seguidas no grupo dos quatro piores. A saída só veio na semana passada, ao vencer o Paraná por 2x1, nos Aflitos. Agora, a missão é não fazer dessa fuga uma glória momentânea. O desafiante da vez será, em tese, o mais difícil do torneio. O clube recebe nesta terça (12), em casa, o América/MG, líder da Segundona. Os pernambucanos estão em 15º, com 38 pontos.

O jogo marcará o reencontro do Náutico com o técnico Lisca. O atual comandante do Coelho treinou o Timbu entre os anos de 2014 e 2015. No histórico de confronto entre os alvirrubros e equipes comandadas pelo profissional, equilíbrio total. Em quatro jogos, foram dois empates (1x1 com Sampaio Corrêa e 0x0 com o Joinville), uma vitória (2x0 ante o Ceará) e uma derrota, justamente para os mineiros, no primeiro turno da Série B, por 2x0, no Independência.

“Náutico é um clube que tenho uma consideração enorme. Fiz um ótimo trabalho lá. Na Série B (2015), ficamos em quinto. Saí na 24ª rodada, fui para o Ceará, mas Gilmar Dal Pozzo chegou e bateu na trave. Tenho relação boa com todos os diretores, um carinho enorme por todos. Queria cumprimentar o professor Hélio dos Anjos pelo trabalho de recuperação. As pessoas falam que treinadores com mais idade estão ultrapassados, mas ele está dando show”, afirmou Lisca.

“Será um prazer jogar nos Aflitos. Não tive oportunidade de dirigir o clube lá porque jogávamos antes na Arena de Pernambuco. O clube se mobilizou e voltou para casa. Tem ótimos jogadores, como Jean Carlos, Kieza, Anderson, Camutanga, Hereda, Bryan, Jorge Henrique, Dadá Belmonte...é um time bem qualificado”, detalhou.

O técnico Hélio dos Anjos, de volta aos trabalhos após se recuperar da Covid-19, também rasgou elogios ao adversário. "Vamos enfrentar a melhor equipe da divisão e uma das três melhores do futebol brasileiro. Dá gosto de ver jogar. Lisca conhece o Náutico não por ter trabalhado aqui, mas sim pelo fato de ser conhecedor do futebol. Ele destrinchou minha equipe, falando de tudo que tinha para falar. É um conhecimento natural de um profissional ligado. Será um jogo de erro zero", completou.

Para o confronto, o Náutico terá uma série de desfalques por conta da Covid-19. Além do zagueiro Ronaldo Alves e do volante Djavan, que ficaram fora do jogo passado por conta da doença, outros cinco atletas foram diagnosticados com o coronavírus: o lateral-direito Hereda, os meias Marcos Vinícius e Juninho Carpina, além dos atacantes Álvaro e Vinícius.

Após cumprirem suspensão, o zagueiro Camutanga e o lateral-esquerdo Kevyn devem voltar ao time, nas vagas de Carlão e Igor Miranda. No lugar de Vinícius, as opções mais prováveis são Dudu e Dadá Belmonte.

Ficha técnica

Náutico

Anderson; Bryan, Camutanga, Rafael Ribeiro e Kevyn; Djavan, Trindade e Jean Carlos; Dadá Belmonte (Ruy), Erick e Vinícius. Técnico: Hélio dos Anjos

América/MG

Matheus Cavichioli; Daniel Borges, Messias, Anderson Jesus e Sávio; Zé Ricardo, Juninho (Gustavinho) e Alê; Ademir, Rodolfo e Felipe Augusto. Técnico: Lisca

Local: Aflitos (Recife/PE)
Horário: 19h15
Árbitro: Douglas Schwengber da Silva (RS). Assistentes: Rafael da Silva Alves e Andre da Silva Bitencourt
Transmissão: Premiere FC


FolhaPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »