Fraude em cooperativa desvia energia suficiente para abastecer mil casas por um mês, diz Celpe

quinta-feira, setembro 19, 2019
A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) identificou, na quarta-feira (18), que uma cooperativa de alimentos estava furtando energia elétrica, no Distrito Industrial de Suape, em Ipojuca, no Litoral Sul. A concessionária estima que o montante de eletricidade roubado seria suficiente para abastecer mil casas, durante um mês

A Celpe informou que acionou a Polícia Civil para registrar o caso e que o dono do estabelecimento foi encaminhado à Delegacia de Ipojuca, para prestar esclarecimentos. A corporação informou que o funcionário prestou esclarecimentos sobre a fraude no consumo de energia elétrica e foi liberado. O caso segue sendo investigado.

A fraude, segundo a companhia, era realizada em todo o processo do consumo de energia. O local não possuía contrato com a concessionária e, portanto, não tinha qualquer instalação elétrica realizada pela empresa.

O furto de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro e, segundo a Celpe, além de acarretar prejuízos à população, a prática representa riscos de acidentes graves. A companhia energética afirmou que fez a cobrança dos valores devidos de energia elétrica e formalizou notícia-crime junto à Delegacia de Ipojuca, para a aplicação das sanções previstas em lei.

A reportagem entrou em contato com Complexo Industrial Portuário de Suape, que informou que não responde pelas empresas instaladas no território. "São empresas privadas, responsáveis por todos os seus atos e pela contratação de qualquer serviço de que necessitem, como o de energia", diz o porto.



G1PE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »