Presos suspeitos de matar comerciante em Paudalho

quinta-feira, junho 06, 2019
Desaparecida desde 13 de fevereiro, a comerciante Jussara Maria da Silva Pereira, de 33 anos, foi morta por desavenças entre as lideranças da organização criminosa da qual seu marido, o presidiário Marcos Rafael Pereira, fazia parte, segundo a Polícia Civil de Pernambuco.

Alguns dos responsáveis pelo sequestro e assassinato da mulher foram presos nesta quarta-feira (5) pela Operação Terra Vermelha, desencadeada pelo Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco). Detalhes sobre quantidade e identidade dos presos relacionados com a morte de Jussara serão divulgados em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (6), no Recife.

As investigações, que começaram após o sequestro de Jussara, tinham como objetivo prender integrantes de uma quadrilha voltada para tráfico de drogas, associação para o tráfico e sequestro e tortura seguidos de morte.

Ao todo, 12 dos 13 mandados de prisão expedidos pela Vara Criminal da Comarca de Barreiros, na Mata Sul do Estado, foram cumpridos. Desse total, seis foram contra pessoas que já estavam na prisão e os outros seis contra pessoas que estavam em liberdade.

"Jussara foi vítima dessa quadrilha e foi morta por motivo fútil. O marido é um dos alvos [da operação]. Basicamente, existia uma briga entre os membros da quadrilha por disputa interna que levou à morte da mulher", detalhou o delegado Jean Rockfeller, diretor das delegacias especializadas. O corpo de Jussara ainda não foi localizado, segundo Rockfeller, mas os presos confessaram a autoria do crime.

FolhaPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »