Marcado o julgamento de Edvan pela morte da fisioterapeuta Mirella Sena

terça-feira, junho 04, 2019
Após mais de dois anos, está marcado o julgamento do comerciante Edvan Luiz da Silva, de 32 anos, acusado de estuprar e assassinar a fisioterapeuta Tássia Mirella de Sena, de 28 anos, em 2017. O júri popular deve acontecer no dia 5 de agosto, a partir das 9h, na 3ª vara do Tribunal do Júri da Capital, localizado no Fórum Thomaz de Aquino. A sessão será presidida pelo juiz Pedro Odilon de Alencar.

O crime aconteceu em um flat localizado no bairro de Boa Viagem. O corpo da dela foi encontrado no dia 5 de abril. Apesar de ter negado a autoria do crime, o DNA do acusado foi identificado na cena do crime, através de fios de cabelos encontrados nas mãos de Mirella, assim como pedaços da pele de Edvan debaixo da unha da vítima.

Através de uma rede social, a mãe de Mirella, Suely Araújo, publicou um desabafo. “Não quero vingança e sim só #Justiça”, afirmou. “Essa dor que carrego dentro de mim será eterna. Que minha coragem seja maior que o meu medo e que a minha força seja tão grande quanto a minha fé”, continuou Suely.

A denúncia apresentada pelo Ministério Público de Pernambuco aponta que Edvan deve responder por estupro homicídio quadruplamente qualificado, já que utilizou de meio cruel, traição, emboscada ou meio que dificulte a defesa da vítima, ocultação e feminicídio.



FOLHAPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »