Preso no Recife suspeito de assalto a shopping na Paraíba

segunda-feira, fevereiro 25, 2019
Foi preso no Edifício Holiday, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, um homem suspeito de assaltar um banco, explodir caixas eletrônicos e assaltar uma joalheria durante uma investida criminosa em janeiro de 2018 no Partage Shopping, em Campina Grande, na Paraíba. A prisão aconteceu na última sexta-feira (22) e só foi divulgada nesse domingo (24) pela Superintendência da Polícia Federal (PF) em Pernambuco.

Hilton Dias de Araújo, 38 anos, mais conhecido como "Gordo do Partage", foi alvo de uma operação conjunta das Polícias Federal de Pernambuco e da Paraíba, que cumpriu um mandado de prisão temporária e de busca e apreensão contra ele, expedidos pela Justiça Estadual da Paraíba.

Segundo a Polícia Federal, após investigações foi identificado que o suspeito, que já possui antecedentes criminais e condenações por homicídio, roubo à mão armada e tráfico de drogas no município de Queimadas, na Paraíba, estaria escondido no Edifício Holiday.

Na operação, foi acionado o Grupo de Pronta Intervenções (GPI), especializado em abordagens de criminosos considerados perigosos, que ao chegarem no apartamento, deram voz de prisão ao suspeito que se entregou, porém apresentou carteira de identidade falsa em nome de Silvino Gomes da Silva Neto.

Ainda no local da prisão foram encontrados e apreendidos um aparelho celular, relógio, roupas, sapatos, cinto e mochila que podem ter sido utilizados por Hilton na ação. O suspeito foi conduzido até a sede da Polícia Federal no Cais do Apolo, no Bairro do Recife Antigo, onde foi autuado pelo crime de uso de documento falso, cujas penas variam de 2 a 8 anos de reclusão.

Em seguida, ele foi conduzido para audiência de custódia, onde teve sua prisão preventiva decretada, sendo recambiado para o estado da Paraíba, onde ficará à disposição das Justiças Federal de Pernambuco e Paraíba.

Entenda o caso
Na madrugada do dia 17 de janeiro de 2018, uma quadrilha fortemente armada invadiu o Partage Shopping em Campina Grande, na Paraíba, destruindo a porta do estabelecimento usando um carro em marcha ré.

Na ação, o grupo explodiu um terminal eletrônico da Caixa Econômica Federal e arrombou uma joalheria levando vários objetos de valor. Os suspeitos estavam em pelo menos quatro carros e fizeram de refém pessoas que passavam pelo local. Ainda segundo a PF, outras quatro pessoas que participaram da investida também já foram presas pela Polícia Federal, em outro momento.

FolhaPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »