Fiscais de ônibus deflagram greve a partir de segunda

sexta-feira, fevereiro 15, 2019
Fiscais de ônibus e funcionários do setor administrativo do Grande Recife Consórcio de Transporte Metropolitano deflagraram estado de greve em assembleia realizada nessa quarta-feira (13).

De acordo com a secretária-geral do Sindicato dos Servidores Públicos e Civis do Estado de Pernambuco (Sindserpe) e da Associação dos Empregados do Grande Recife Consórcio (Assecon), Ceci Feitosa, os servidores irão paralisar as atividades por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira (18).

“Somos uma empresa pública e estamos há dois anos sem reajuste salarial. A conversa com a empresa já dura mais de 700 dias. Não tem mais acordo, já fizemos tudo”, ressaltou a secretária-geral. Cerca de 267 funcionários fazem parte do quadro do Grande Recife Consórcio. Eles cobram os reajustes de 2,45% em 2017 e de 4,19% em 2018.

Os usuários de coletivos devem ser afetados pela falta de fiscais nos terminais e pontos de ônibus. “Se os fiscais não trabalharem, os empresários vão pintar e bordar, vão colocar os ônibus na hora que quiserem. No quadro administrativo ficamos sem os operadores”, acrescentou Ceci.

O sindicato prevê organizar as estratégias da greve na próxima semana. Os servidores devem se reunir na frente do Grande Recife Consórcio, no bairro de São José, na área central do Recife, na segunda-feira, a partir das 7h.

Em nota, o Grande Recife Consórcio informou que foi surpreendido com a notícia. "O Consórcio estranha a decisão, visto que, durante audiência no Ministério Público, a qual o Sindicato dos Servidores Públicos Civis do Estado estava presente, ficou acordado que o Grande Recife definiria uma nova data de reunião para discussão e construção de propostas", disse o texto.

FolhaPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »