Candidatos passam por nova comissão para tentar ingressar na UFPE

quinta-feira, fevereiro 21, 2019
Os 188 candidatos às cotas raciais para ingresso como estudante na Universidade Federal de Pernambuco que não tiveram a autodeclaração racial validada pela instituição de ensino começaram a ser reavaliados nesta quinta-feira (21), no Recife.

A nova Comissão de Validação de Autodeclaração Racial da UFPE é composta de três membros da Comissão de Ações Afirmativas Étnico-Raciais da universidade, e as avaliações, que seguem até esta sexta-feira (22), acontecem das 8h às 12h e das 14h às 17h. O resultado vai ser divulgado na próxima segunda-feira (25), e os estudantes que tiverem seus pedidos deferidos serão matriculados imediatamente.

Segundo uma das candidatas que passou pela reavaliação, Caroline Julia Santos, 18, que escolheu o curso de medicina, a nova comissão é composta por três pessoas de etnias diferentes, algo diferente da primeira, integrada por pessoas de mesma etnia. As avaliações acontecem no Corpo Discente da UFPE, na Cidade Universitária, Zona Oeste do Recife.

“Eu sempre me declarei parda e, quando saiu esse resultado, fiquei bastante surpresa e triste. Eu já vinha de outra faculdade onde eu passei pelo mesmo processo e tinha ocorrido sem qualquer problema", comentou. "Nessa segunda vez, a comissão me deu um papel para eu confirmar e assinar que eu era parda. Agora é só esperar o resultado e que seja justo. Porque foi muito triste o que aconteceu, não só comigo, mas com muitas pessoas aqui”, disse a candidata.

Morador de Jataúba, a 220 km do Recife, no Agreste de Pernambuco, João Pedro Ribeiro, 18, que passou no curso de Engenharia da Computação, disse ter recebido com bastante decepção a notícia de que a comissão não validou a autodeclaração racial. "Por eu sempre me declarar pardo, já estava com a certeza que não ocorreria nada, mas infelizmente ocorreu essa decepção. A minha expectativa é de que essa nova comissão seja feita de pessoas preparadas para fazer essa avaliação e que eu consiga ingressar no meu curso”, afirmou.

FolhaPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »