Queima da Lapinha encerra Ciclo Natalino

domingo, janeiro 06, 2019
A tradicional celebração da Queima da Lapinha encerra, neste domingo (6), os festejos do Ciclo Natalino que tiveram início do Recife no dia 9 de dezembro. A programação, gratuita e aberta ao público, reunirá 11 pastoris no Pátio de São Pedro para celebrar o Dia de Reis, acompanhados por Mendes e sua Orquestra.


Manifestação oriunda do século 19, que nasce da mistura entre cultura popular com os rituais religiosos trazidos pelos jesuítas, a Queima da Lapinha é um rito de despedida do Ciclo Natalino, abrindo caminho para o Carnaval. Na celebração, a Lapinha, que simboliza a manjedoura onde nasceu o menino Jesus, é conduzida pelos pastoris, do Pátio do Carmo até o Pátio de São Pedro, onde se dá a queima propriamente dita das folhas, palha e outros materiais que acomodam o menino Jesus.

O ritual é acompanhado de cânticos e jornadas, conduzidas pelas pastoras. Além de acompanhar o cortejo, o público pode também escrever pedidos em pedaços de papel e atirá-los às chamas para queimar junto com a Lapinha, na esperança de que eles sejam atendidos ao longo do ano.


A concentração para o cortejo começa às 17h, no Pátio do Carmo. Desta edição do evento, participarão os pastoris: Lindas Ciganas, Estrela Brilhante, Estrela Guia do Cabo, Estrela do Mar, Giselly Andrade, Pastoril Infantil da UR-3, Luz do Amanhecer, Sonho de um Adolescente, Tia Marisa, Tia Nininha 3ª Idade e Viver a Vida 3ª Idade.

Destak


Depois de queimada a Lapinha, o frevo tomará conta do Pátio de São Pedro, anunciando o início do próximo ciclo festivo do Recife: o Carnaval.

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »