Promissor, Elias ainda mora na concentração do Arruda e sonha em fazer história no Santa Cruz

sexta-feira, janeiro 18, 2019
Elias chegou sozinho à capital pernambucano em maio do ano passado. Preparado nas divisões de base do Nova Iguaçu-RJ, foi contratado pelo Santa Cruz para reforçar o grupo de pratas da casa que disputaria o Campeonato Pernambucano e Copa do Nordeste sub-20, além do Campeonato Brasileiro de Aspirantes (sub-23) mais à frente. Ao todo, foram 19 partidas e três gols que garantiram ao atleta de 19 anos a extensão de contrato até o final de 2021. Mais do que terminar 2018 bem, Elias começou este ano em alta. Destaque na pré-temporada, é o único atleta oriundo da base que largou no time titular do técnico Leston Júnior.

Crescido no bairro Miguel Couto, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, Elias teve uma infância tranquila. Filho de um pai pintor e uma mãe doméstica - ambos seguem nas profissões até hoje -, ao atacante tricolor nada faltou. Nem tampouco sobrou. Após dois anos atuando pelo clube da cidade, o Nova Iguaçu, e somando uma passagem pelo XV de Piracicaba, o jovem atleta desembarcou no Recife cheio de sonhos. “Saí de lá para buscar vida melhor para minha família”, afirmou, com meta traçada.


Atualmente, vive na concentração do Arruda, anda de ônibus e garante ter pés no chão. "Quero dar um futuro melhor para minha família”, repetiu Elias, que tem um filho de pouco mais de um ano, o Enzo Daniel. “Sempre almejei isso. Desde pequeno, minha mãe falava que eu gostava de ficar jogando bola e vou chegar lá. Estou aqui para fazer história pelo Santa Cruz”, afirmou, com serenidade.

Na estreia como profissional, contra o Botafogo-PB, na última terça-feira, foi substituído aos 43 minutos do segundo tempo. Chegou a ter uma oportunidade de gol desperdiçada. Assim como o restante da equipe, foi bem taticamente. Cumpriu a função, agradando ao técnico Leston Júnior. Agora, se prepara para enfrentar o América, no próximo domingo, na estreia do Campeonato Pernambucano, na Arena de Pernambuco.


“Sei que estou vivendo uma experiência muito boa. Estava na base, trabalhava almejando o profissional, mas não sabia que iria acontecer tão rápido. E estou tendo essa oportunidade com o professor Leston, que tem me ajudado bastante, tem me deixado bem a vontade em termos de adaptação, me passado uma confiança grande e espero retribuir com alegrias à torcida, que é meu objetivo”, pontuou Elias.

Técnico da base

Ao longo da última temporada, o atacante Elias foi comandado pelo técnico Rômulo Oliveira, das divisões de base coral. Um dos responsáveis pelo processo de crescimento do atleta, o treinador vê o pupilo com potencial para explodir no Tricolor. “Elias é um atleta de fato. De verdade. Acredito que atleta é o jogador que se dedica 24 horas do dia na profissão e ele é um deles. Sempre enxerguei um potencial grande nele. Por isso, ele está no profissional, está como titular e vai crescer mais muito ainda”, afirmou.

“Ele chegou como atacante de beirada e que pensava pouco o jogo. Mas com os trabalhos, muita entrega e dedicação da parte dele no dia a dia, hoje consegue fazer mais uma função, varia dentro do jogo, por fora e por dentro. É um atleta super comprometido taticamente, pode fazer várias funções no jogo e tecnicamente tem muito potencial”, concluiu Rômulo.


Diário de Pernambuco

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »