Pernambuco inscreve atrações para compor a programação do carnaval 2019

quarta-feira, janeiro 23, 2019
Artistas, grupos, orquestras e agremiações podem se inscrever, a partir desta terça-feira (22), para fazer parte da programação do ciclo carnavalesco 2019, realizada pelo governo de Pernambuco nos polos da festa na capital e no interior do estado. As inscrições devem ser feitas até 31 de janeiro, das 8h às 17h, em dias úteis.


O local de inscrições é a sede da Secretaria de Cultura de Pernanbuco (Secult) e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), na Boa Vista, no Centro do Recife.


Segundo o edital, os inscritos são divididos nas categorias Cultura Popular, Orquestras de Frevo, Música da Tradição Carnavalesca, Dança da Tradição Carnavalesca, Música Popular Brasileira (MPB) e Outros Gêneros Musicais. Aqueles que se enquadram nas quatro primeiras categorias podem solicitar participação em até três apresentações.


Os artistas e grupos de MPB, até duas; e de outros gêneros musicais, uma. As propostas passam por uma análise documental e as habilitadas seguem para uma comissão de avaliação, composta por profissionais selecionados a partir de convocatória pública.


Fica a critério da comissão dar um parecer de mérito artístico aos aprovados. Ainda não há data para a divulgação do resultado da análise, que ficará disponível nas sedes da Secult/Fundarpe e também na internet.




Programação artística




A programação com os artistas e grupos contratados pelo governo é definida por representantes dos órgãos estaduais envolvidos, junto com as prefeituras municipais, levando em consideração as tradições carnavalescas de cada local, além da disponibilidade orçamentária do estado.


Sobre os recursos, 35% são destinados às atrações contratadas na categoria Cultura Popular. O percentual para artistas e grupos de Música da Tradição Carnavalesca é de 30%. Para os de Música Popular Brasileira, 15%; e Orquestras de Frevo, 10%. As categorias Dança da Tradição Carnavalesca e Outros Gêneros Musicais ficam com 5%, cada uma.

G1

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »