Náutico tenta quebrar tabu de nunca ter passado da fase de grupos do Nordestão

quinta-feira, janeiro 10, 2019
O ano de 2019 mal começou e o Náutico já precisa lidar com o primeiro tabu a ser quebrado. Prestes a iniciar sua trajetória na Copa do Nordeste, a equipe tenta passar pela primeira vez na fase de grupos. Desde a edição inicial, em 1994, o Regional teve vários formatos e, em alguns deles, a etapa preliminar foi com o chaveamento das equipes. Das 10 participações alvirrubras, seis foram nesse modelo e, em todas as situações, os pernambucanos ficaram no meio do caminho.

Há 25 anos, no primeiro Nordestão, o Náutico formou o Grupo A com CSA, Bahia e Botafogo/PB. O Timbu empatou com baianos e paraibanos, perdendo para os alagoanos. Ficou em quarto lugar. Quatro anos depois, novamente a lanterna. Um empate e cinco derrotas na chave C, que tinha novamente o Belo ao lado de Fluminense/BA e América/RN.

Nos anos de 1997, 2001, 2002 e 2010, a Copa não foi dividida em grupos. No final da década de 90, o certame começou direto no mata-mata. O Náutico passou pelo primeiro, eliminando o Santa Cruz/RN, mas caiu logo em seguida para o Ceará. Nos demais anos do século atual, a fórmula de disputa foi com um turno único. O Timbu fez ótimas campanhas nos anos em que também foi campeão pernambucano. Em 2001, terminou como líder nos pontos corridos, mas foi desclassificado pelo Sport na semifinal. Na edição posterior ficou em terceiro e sucumbiu perante o Bahia, também nas sêmis. A exceção foi em 2010, ano em que os alvirrubros terminaram em 10º.

Nas últimas quatro edições que participou, o Náutico colecionou insucessos na fase de grupos. Ficou em 3º lugar em 2014, atrás de Guarany/CE e Sport e acima apenas do Botafogo/PB. Em 2015, o clube foi o segundo, mas neste ano só passavam os três melhores vice-líderes de cada chave - os pernambucanos ficaram em quarto. O grupo tinha na época Salgueiro, Moto Club/MA e Piauí.

O Náutico não participou do Nordestão de 2016, voltando nos dois anos seguintes. Em 2017, o clube ficou em terceiro em uma chave que tinha Santa Cruz, Campinense e Uniclinic/CE. Na temporada passada a posição foi a mesma. O Timbu foi o terceiro da chave composta por Bahia, Botafogo/PB e Altos/PI.

Neste ano, a Copa do Nordeste será dividida em duas chaves com oito times cada. O Náutico está na B, com ABC, Bahia, Botafogo/PB, CSA, Ceará, Confiança e Moto Club/MA. Os alvirrubros enfrentarão os times do Grupo A. São eles: Altos/PI, CRB, Fortaleza, Salgueiro, Sampaio Corrêa, Santa Cruz, Sergipe e Vitória.

FolhaPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »