Clarissa sai da zona de conforto em busca da evolução

quarta-feira, janeiro 09, 2019
A busca pelo aprimoramento e evolução constante é - ou deveria ser - o mantra de todo atleta de ponta. E é apegada a essa máxima que a pernambucana Clarissa Rodrigues vai encarar a temporada 2019. Para começar, a nadadora vai mudar de ares. Revelada no Sport, sob a batuta do cubano Raul Fuentes, uma referência na formação de prodígios locais, a jovem despontou como grande promessa. Naturalmente, choveram convites de clubes de outros Estados. Inicialmente, Clarissa foi para o renomado Sesi/SP, onde treina a conterrânea Etiene Medeiros. Após muitas conversas e reflexões, a atleta de 19 anos optou pelo Esporte Clube Pinheiros - também de São Paulo. Um movimento audacioso à procura de melhora no rendimento.

De acordo com a própria nadadora, depois de não atingir o progresso esperado em 2018, era hora de tentar uma guinada na carreira. "Eu fiz uma decisão bem em cima da hora, mas dentro de mim eu senti que precisava mudar. E não foi por conta de problemas no Sesi ou com as pessoas de lá", assegura a pernambucana. "Eu amo todos e sou muito grata (ao Sesi/SP), principalmente ao Vanza (o treinador Fernando Vanzela) que me acolheu desde o começo. Só que esse ano foi difícil pra mim, em relação a tempos e treino. Acabei me desmotivando bastante e fiquei bem triste... Por isso decidi mudar", confessa Clarissa, que não nega ter ficado receosa a respeito da transferência de clubes.

"Muitos me perguntaram se essa era a coisa certa a se fazer, mas eu acho que, para o que eu estou passando, deve ser sim. Eu fui atrás de ajuda psicológica (Rosângela Dornelas) para decidir e voltar ao que era antes (motivada e feliz)", explica. A atleta garante que a mudança de casa já influencia na expectativa. Segundo Clarissa, o foco em 2019 será nas provas de 100 metros livre e 100 metros borboleta. "Nos 100 metros livre eu já quero fazer 55s e nos 100 borboleta quero os 59s... Assim que chegar por lá vou conversar com o meu novo treinador (Tiago Moreno) e resolver certinho as metas. Vou tentar baixar os tempos e pegar a seleção neste ano", destaca a pernambucana, agora, com a confiança revigorada.

FolhaPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »