Bolsonaro repete campanha e diz que 'bandeira do Brasil jamais será vermelha'

terça-feira, janeiro 01, 2019

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) encerrou o discurso ao tomar posse com um do chavões de sua campanha e de seus apoiadores. Ao lado do vice, Hamilton Mourão, ele exibiu uma bandeira do Brasile falou "nossa bandeira jamais será vermelha".

Ele disse que pode até "derramar sangue, se necessário for", para que a bandeira brasileira "continue verde e amarela". A declaração foi dada no segundo discurso do dia do presidente, já empossado, no Palácio do Planalto. Na mesma fala, ele condenou o que chamou de "ideologias nefastas".

"A partir de hoje, vamos colocar em prática o projeto que a maioria do povo brasileiro democraticamente escolheu", disse Bolsonaro.


Bolsonaro ainda frisou que foi eleito com a "campanha mais barata da história".
Em seguida, foi interrompido pela multidão na Esplanada dos Ministérios, aos gritos de "mito". O novo presidente exibiu uma bandeira do Brasil. E falou novamente contra "ideologias nefastas".

"Convoco a todos a iniciar um movimento nesse sentido para restabelecer valores éticos e morais no nosso país".


Folhapress

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »