Projeto Educação: aulão reúne estudantes de Pernambuco para tirar dúvidas antes do Enem

domingo, outubro 21, 2018
Alunos de escolas de todo o estado se reuniram, neste domingo (21), para o aulão do Projeto Educação, promovido pela TV Globo. Ao todo, quase 6 mil estudantes participaram da atividade no Classic Hall, em Olinda, para esclarecer dúvidas sobre os conteúdos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

“Estou aqui junto com essa multidão de alunos para termos mais ideias na hora do Enem e compreender sobre os assuntos que nós temos em sala de aula com uma nova abordagem, mais abrangente”, conta a estudante Carolaine Sales, da Escola de Referência em Ensino Médio (Erem) Adelaide Pessoa Câmara, de Jaboatão dos Guararapes.

Além dos alunos da Região Metropolitana do Recife, o aulão também atraiu estudantes como Adriele da Silva Muniz, moradora de Trindade, no Sertão do estado. "São quase 700 quilômetros de viagem, mas a gente ficou sabendo que esse aulão era muito bom e queria fazer um bom proveito, principalmente em redação e em matemática, que eu tenho um pouco de dificuldade", afirma.

Realizado desde 2006, o aulão do Projeto Educação contou, em 2018, com 19 professores fazendo questões e tirando dúvidas de português, redação, literatura, matemática, filosofia, sociologia, espanhol, inglês, história geral e do brasil, física, biologia, geografia e química. Uma intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras) auxiliou estudantes com deficiência auditiva.

“É o ano todinho de preparação e desde então ele chegou, espero que eu possa aproveitar da melhor forma possível”, conta a estudante Joana Clara, da Erem Coronel João Francisco, em São Vicente Férrer, no Agreste.

"Nessa reta final, essa é uma grande oportunidade, não só pela aula em si, mas por essa grande integração de escolas em todo estado. Isso é imprtante nessa preparação final, para eles se sentirem mais fortalecidos durante todo esse processo", afirma o secretário de Educação de Pernambuco, Fred A

“Vai ser muito produtivo para o Enem e para os outros vestibulares que a gente vai fazer no decorrer da nossa vida”, diz a estudante Flávia, de São José do Egito, no Agreste. Da mesma cidade, a aluna Laene Melo também deseja um domingo produtivo para os estudos. “Queremos adquirir novos conhecimentos com os professores”, diz.

"Eu já fui algumas vezes a aulões e os professores aqui são incríveis. É muito conhecimento de uma forma muito prática. A gente não tem acesso a isso todo dia, então só de ter um pouquinho já é um privilégio", afirma Eduarda Mouras, estudante Eduarda Moura, da Erem Mário Severino de Andrade Guerra, de Machados, no Agreste.



G1PE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »