‘Faremos uma transição muito tranquila’, diz Temer

segunda-feira, outubro 22, 2018
O presidente Michel Temer (MDB) afirmou nesta segunda-feira (22) que pretende fazer o processo de transição para o novo governo de maneira "muito tranquila". Em reunião, com a presença de ministros das áreas política e econômica, ele informou que a iniciativa será conduzida pelo ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, que concluirá nesta semana a formatação de documentos para entregar ao seu sucessor no Palácio do Planalto. "Nós faremos uma reunião muito tranquila em relação ao novo presidente. Os dados estão sendo equacionados e formatados", disse.

No encontro, ele pediu que o processo seja centralizado em Padilha, que foi escalado para se reunir individualmente com todos os ministros para finalizar a formatação das informações sobre estruturas, servidores e programas. "O ministro fará a partir de terça-feira [23] reuniões seguidas apara verificar o andamento dos documentos da transição", afirmou.

Ao todo, Temer nomeará 50 pessoas da equipe do presidente vencedor para participar da transição. Eles receberão salário e terão direito a transporte oficial. O ministro fez um requerimento de esclarecimento a técnicos da pasta para saber se eles receberão auxílio-moradia e passagem aérea.

Também nesta segunda, o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), anunciado como ministro da Casa Civil de um eventual governo de Jair Bolsonaro (PSL), disse que tem evitado em falar sobre transição. "Nós temos que manter o foco e humildade. Nossa equipe é humilde para manter o foco, disse.

Ele falou que só começará a discutir o assunto na semana que vem, após a divulgação do resultado do segundo turno presidencial.



FOLHAPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »