Em discussão após piquenique, PM é suspeito de matar um e ferir outro nos Torrões

domingo, outubro 21, 2018
Um policial militar é suspeito de matar um homem de 47 anos e ferir outro, com disparos de arma de fogo, no bairro dos Torrões, Zona Oeste do Recife, na noite deste domingo (21). Depois do crime, ele foi agredido pela população do bairro, onde mora, e está internado sob custódia no Hospital da Polícia Militar, no Derby.

Segundo os moradores da região, o crime aconteceu depois de uma briga entre a esposa do PM e a filha do homem que foi assassinado - trabalhador de uma oficina mecânica. Elas teriam participado de uma excursão, que promoveu um piquenique em Gaibu, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, e acabaram se desentendendo. Na volta da viagem, o policial e o pai da menina também entraram na discussão.

"No momento mais acalorado, essa pessoa (o policial militar) acabou fazendo os disparos", confirmou o delegado Jorge Ferreira, do DHPP, que esteve no local do crime e investiga as motivações do desentendimento. "Houve uma discussão generalizada. Várias pessoas se envolveram na ocorrência. [...] E falam de alguns motivos, entre eles cobrança de ciúmes", afirmou.

Além disso, o delegado vai investigar a participação da esposa do policial no crime. É que, na comunidade, muitas pessoas falaram que, além de ter participado da discussão, a mulher teria ido à própria residência, no meio da briga, para pegar a arma do marido, a que ele usou para efetuar os disparos. “Se essa história proceder, ela será responsabilizada juntamente com o marido”, garantiu Nelson Ferreira.

Ele contou, no entanto, que a esposa do PM ainda vai ser procurada, pois não estava no local do crime quando a viatura chegou para apurar o caso. Já o policial militar responsável pelos disparos está sob custódia e será autuado em flagrante assim que tiver alta médica. Por nota, a Polícia Militar confirmou que “o soldado foi encaminhado ao Hospital da PM onde permanece em atendimento” e que a “ocorrência será encaminhada para o DHPP, que ficará responsável pelas investigações”.

Já o homem baleado pelo policial foi encaminhado à UPA dos Torrões e, em seguida, ao Hospital da Restauração. A comunidade não informou o envolvimento dele com a discussão, mas disse que ele trabalha com pedreiro e foi baleado no abdômen. A vítima fatal levou dois tiros e morreu na hora. O corpo foi recolhido pelo IML.



FOLHAPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »