Incêndio na Califórnia destrói mil casas e deixa oito mortos

quinta-feira, agosto 02, 2018
Ao menos mil casas foram consumidas pelas chamas de um dos incêndios mais destrutivos na Califórnia, que está longe de ser controlado. O incêndio Carr destruiu um total de 51.000 hectares desde que começou, em 23 de julho, segundo boletim oficial divulgado nesta quinta-feira.

Oito pessoas morreram em ambos os incêndios, seis delas no Carr. Milhares de pessoas foram evacuadas, mas algumas receberam autorização para voltar às suas casas nos últimos dias. Uma "falha mecânica de um veículo" gerou as faíscas que desataram o fogo em condições de muito calor e seca, permitindo que se expandisse sem controle. A área afetada equivale a quatro vezes a cidade de São Francisco (121,4 km2).

Um total de 1.555 prédios, incluindo 1.060 residências, sucumbiram pelo incêndio, considerado o sexto mais devastador da história deste estado do oeste dos Estados Unidos. Mais de 4.200 bombeiros foram mobilizados para combater o fogo, que até agora só pôde ser controlado em 35%.

Outro grande incêndio, batizado Ferguson, que queima perto do turístico parque Yosemite há quase três semanas, estava controlado em apenas 39% após destruir 27.800 hectares de terreno. "O sistema de alta pressão sobre o fogo está perdendo força ao longo da semana, o que resulta em condições mais quentes e secas. Isto aumentará o comportamento do fogo", alertou Inciweb, que fornece atualizações sobre os incêndios.

Outros focos ativos no estado incluem o chamado Complexo Mendocino, formado por dois incêndios: o River, contido em 50% após queimar 14.200 hectares, e o Ranch, que destruiu 30.000 hectares e está controlado em 33%.



FOLHAPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »