General Augusto Heleno afirma que não será vice de Bolsonaro

quarta-feira, julho 18, 2018
O general reformado Augusto Heleno afirmou que não será candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), pré-candidato à Presidência da República. À reportagem, o general disse ter conversado com dirigentes de seu partido, o PRP, e ouviu que não é de interesse da sigla ocupar a vice do PSL.

O nome de Heleno foi mencionado na véspera por Bolsonaro, que disse que a tendência é que poderia anunciar nesta quarta (18) o seu vice. "Entendi o argumento (do partido) porque depende de deputados federais. O vice não acrescenta tempo de TV. Essa candidatura não é atraente para os diretórios estaduais do partido", explicou.

O general disse que seu apoio à candidatura de Bolsonaro continuará. "Não me afetou em nada. Continuo trabalhando", afirmou, explicando que contribuirá com programa de governo. Em entrevista para o UOL, o general disse que "não almejo nem pleiteio nada, mas estou pronto para cumprir a missão". Heleno ainda afirmou conhecer muito pouco de política e não ser político, "não entraria como candidato, mas posso apoiar (a candidatura de Bolsonaro)".

Augusto Heleno é um dos nomes mais fortes nas lideranças da história recente do Exército. O general já esteve no cargo de Comandante das Forças da Paz na ONU, no Haiti, e fez parte do Alto Comando do Exército e ocupou o posto de Comandante Militar da Amazônia. Hoje, Augusto Heleno se encontra na reserva das Forças Armadas.



FOLHAPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »