Liga das Nações: Brasil cai para EUA e liderança escapa

quarta-feira, junho 06, 2018
Após a vitória construída na base da superação contra a China, a seleção feminina perdeu a segunda a partida na Liga das Nações, nesta quarta-feira (6), diante dos Estados Unidos, por 3x1 (25/23, 26/28, 25/21 e 25/18). Foi o segundo revés das brasileiras no torneio, já que haviam sido derrotadas também na estreia, pela Alemanha, por 3x1. Com 15 pontos, Carol foi a maior pontuadora da seleção. Pelo lado norte-americano, Gibbemeyer e Larson, foram os destaques, ambas com 16 acertos.

Com o resultado, as norte-americanas, líderes isoladas dessa Fase Classificatória da Liga das Nações, marcaram mais três pontos e foram a 31. Já as brasileiras não pontuaram e perderam a chance de assumir a ponta. Seguem com 26 pontos, na segunda posição, mas podem ser ultrapassadas pela Sérvia até o complemento da rodada. Ainda assim, permanecerão no top 5 que classifica para a Fase Final, na China. Nesta quinta (7), novamente às 5h, as comandadas de José Roberto Guimarães enfrentam a Rússia, encerrando a quarta e penúltima semana de jogos deste início da Liga das Nações.

Na partida contra os Estados Unidos, o elenco brasileiro deixou a desejar, demonstrando instabilidade em quadra e cometendo muitos erros. Em todos os sets, o Brasil começou atrás e precisou se recuperar. No primeiro set, conseguiu o empate em 20x20, até demonstrou mais volume que as adversárias em alguns lances, mas falhou nos momentos finais da parcial. O set seguinte teve enredo semelhante, mas o crescimento do bloqueio na hora certa fez a diferença nos lances decisivos, com Roberta e Adenízia, ajudando o Brasil a garantir a vitória e empatar o confronto.

O terceiro set manteve a pegada. As norte-americanas abriram vantagem no início, as brasileiras melhoraram, mas não o suficiente. O excesso de erros na reta final comprometeu o rendimento da equipe. Na parcial seguinte, o grupo seguiu errando muito e pareceu não ter forças para correr atrás das adversárias, demonstrando ter aceito a derrota antes mesmo do término da partida.

“Tenho que parabenizar os Estados Unidos pela vitória. Fizemos dois sets bons, enquanto o terceiro e o quarto foram abaixo do que o nosso time está acostumado a jogar. O importante é aprender com esse jogo contra os Estados Unidos. Elas jogam com muita velocidade e erram pouco. Nós cometemos muitos erros, principalmente nos dois últimos sets, e precisamos melhorar isso”, explicou José Roberto Guimarães.

Liga das Nações

1ª semana:
Barueri (SP)

15.05 – Brasil 1 x 3 Alemanha (25/15, 22/25, 18/25 e 20/25)
16.05 – Brasil 3 x 1 Japão (22/25, 25/18, 25/23 e 25/11)
17.05 – Brasil 3 x 1 Sérvia (23/25, 25/22, 25/14 e 25/21)

2ª semana:
Ancara (Turquia)

22.05 – Brasil 3 x 1 Turquia (25/17, 25/19, 23/25 e 25/21)
23.05 – Brasil 3 x 0 Argentina (25/9, 25/21 e 25/14)
24.05 – Brasil 3x 0 República Dominicana (25/20, 25/10 e 25/13)

3ª semana:
Apeldoorn (Holanda)

29.05 – Brasil 3 x 1 Coréia do Sul (25/11, 25/14, 31/33 e 25/20)
30.05 – Brasil 3 x 0 Polônia (25/20, 25/20 e 25/23)
31.05 – Brasil 3 x 1 Holanda (25/23, 26/24, 13/25 e 25/22)

4ª semana:
Jiangmen (China)

05.06 – Brasil 3 x 2 China, às 8h30 (19/25, 25/23, 27/25, 10/25, 16/14)
06.06 – Brasil 1x3 Estados Unidos (25/23, 26/28, 25/21 e 25/18)
07.06 – Brasil x Rússia, às 5h (Horário de Brasília) – Transmissão: SporTV 2



FOLHAPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »