Prefeitura do Recife afirma que serviços de saúde, coleta de lixo e Defesa Civil estão garantidos

segunda-feira, maio 28, 2018
O Gabinete de Emergência da Prefeitura do Recife se reuniu, nesta segunda-feira (28), para debater meios de garantir a prestação de serviços essenciais do município, afetados pela paralisação dos caminhoneiros, que chega ao oitavo dia. Segundo o prefeito Geraldo Julio, a gestão municipal consegue manter as principais demandas, referentes aos serviços de saúde, Defesa Civil e coleta de lixo no município.

O prefeito afirmou, ainda, que cerca de 50% das escolas municipais mantém as aulas nesta segunda-feira. "A merenda chegou nas escolas. Todas elas estavam com merenda e com água mineral esperando pelos alunos", disse.

Todas as unidades de saúde do município, ambulâncias do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e Upinhas 24h estão funcionando perfeitamente.

"A gente tem feito um esforço muito grande, em parceria também com o gabinete de emergencia do governo do estado, para conseguir abastecer todos os veículos dos serviços essenciais, como as ambulâncias do Samu, os caminhões da coleta de lixo, os veículos usados na Defesa Civil, que fez atendimentos emergenciais nesse final de semana. As unidades de saúde que dependem dos seus veículos, caminhões, ônibus, vans, carros pequenos também, também estão abastecidas", afirmou o prefeito do Recife, Geraldo Julio.

O Gabinete de Emergência da prefeitura do Recife atua desde a quinta-feira (24). Participam das reuniões 15 secretarias do município, além do Serviço de Atendimento Médico de Urgência, CTTU e Fundação de Cultura.

Segundo o prefeito, pelo menos 15 postos da capital pernambucana ofecerem combustível apra a população na manhã desta segunda-feira (28). "A gente tem muitas viaturas já abastecidas e outras estão sendo abastecidas nos postos. Alguns dos postos estão oferecendo combustíveis hoje para a população", afirmou.

Transporte público

O prefeito afirmou, ainda, que o transporte público funciona com "quase em sua totalidade" nesta segunda-feira. Os ônibus são geridos de maneira integrada na Região Metropolitana do Recife, ficando sob responsabilidade do Grande Recife Consórcio de Transporte.

Apesar do governo estadual ter afirmado que o 100% da frota de coletivos estaria nas ruas nesta segunda, a população relatou que parte das linhas não estava circulando normalmente. Às 11h, o Grande Recife informou que "irá tomar as medidas administrativas e legais cabíveis quanto às empresas operadoras que não estiverem com 100% da frota em operação".

Segundo o Consórcio, três empresas tiveram dificuldades apresentaram dificuldade em colocar, dentro do prazo necessário, toda a frota em circulação. "Diante desse fato, a fiscalização do Grande Recife está acompanhando toda a operação para solucionar qualquer eventualidade que apareça".

“O transporte público, que funcionou quase na sua totalidade, já foi um fator importante na cidade para que as pessoas possam se locomover e chegar aos seus trabalhos. A gente espera que amanhã esses serviços do transporte público estejam realmente completos”, afirmou o prefeito.



G1PE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »