Ponte desaba e moradores se arriscam para atravessar em Olinda

quinta-feira, maio 17, 2018
Uma ponte localizada sobre um canal no bairro de Rio Doce, em Olinda, na Região Metropolitana do Recife, desabou na última semana e gerou uma série de transtornos aos moradores da área. Os populares precisam se arriscar pelo pequeno trecho que sobrou na lateral da construção para atravessar o que sobrou da ponte, que fica localizada entre o final da rua C2 e o início da rua Viña del Mar, na 1ª etapa do bairro.

Segundo a Secretaria de Obras de Olinda, o prazo para a instalação de uma nova estrutura metálica no local é de até quatro meses. A pasta informa que será preciso realizar um projeto para a implantação de uma nova ponte. Os moradores reclamam da falta de manutenção da construção e dos transtornos que precisam enfrentar. Um barqueiro cobra R$ 1 para ajudar a população a atravessar o leito do canal em um pequeno barco.

Apesar de a área ter sido isolada pela Defesa Civil de Olinda para tentar garantir a segurança da população, os populares se arriscam na passagem da ponte para seguir com suas rotinas. "Precisamos ir no mercado e ninguém pode passar. Os meninos da escola não podem atravessar também e ninguém passa mais por aqui", reclamou o aposentado Severino dos Santos, de 95 anos, um dos prejudicados pela queda da ponte.

A aposentada Maria do Carmo, de 75 anos, também reclama dos transtornos. "Está péssimo pra gente passar. Pra ir no mercado tem que fazer um arrodeio do tamanho do mundo e eu não aguento, sou doente e não posso atravessar. Não tenho condições de ir, nem naquele botezinho", criticou.



FOLHAPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »