Plano quer garantir 100% da frota de ônibus em Recife na próxima segunda-feira

sábado, maio 26, 2018
O plano para garantir 100% da frota do transporte público operando, a partir de segunda-feira (28), na Região Metropolitana do Recife (RMR), foi acertado entre o estado e o Sindicado das Empresas de Transporte Público de Passageiros (Urbana-PE). Parte da reserva de combustível, que se encontra em Suape e pertence ao estado, para atendimento dos serviços essenciais, será destinada ao abastecimento dos ônibus do Sistema de Transporte Público de Passageiros (STPP). A ideia é que o combustível seja transportado em caminhões escoltados pela Polícia Militar. O transporte sairá de Suape para o Parque de Tanquagem (tanques de estocagem) das Forças Armadas, cuja localização não será divulgada. O combustível também atenderá as viaturas das polícias civil, militar, ambulâncias e veículos de setores administrativos que não podem parar.

O anúncio foi feito nessa sexta-feira (25) pelo governador Paulo Câmara, que assinou um decreto de emergência. “Nós queremos que toda a frota do transporte público da Região Metropolitana do Recife funcione 100%, a partir de segunda-feira”, afirmou Paulo Câmara. Na quinta-feira (24), o presidente da Urbana-PE, Fernando Bandeira, já havia adiantado que o estado tinha uma estratégia pronta para garantir o abastecimento dos ônibus. A RMR dispõe de três mil ônibus e transporta por dia 1,8 milhão de passageiros.

Desde a última quinta-feira, o transporte vem sendo racionado para evitar um colapso no setor. A redução passou de 30% na quinta-feira para 50% desde sexta-feira. “Com esse racionamento a gente consegue manter o serviço até domingo”, explicou na ocasião, Fernando Bandeira. Também houve redução no horário de circulação dos coletivos. Metade da frota está operando das 5h as 20h. Depois desse horário não há garantia de transporte. 

Com entrada do combustível que o estado quer trazer de Suape, os usuários poderão dispor do transporte em todas as linhas e horários, que funcionam em dias normais. A logística do abastecimento dos ônibus, no entanto, ainda não foi divulgada. As 13 operadoras que fazem o serviço de transporte de passageiros na Região Metropolitana dispõem de tanques para abastecer os veículos nas garagens. Uma alternativa será escoltar os caminhões até as garagens ou os ônibus serem abastecidos no Parque de Tancagem das Forças Armadas. 

O desafio da operação de retirada do combustível de Suape inclui não apenas a passagem do veículo nas estradas que estão ocupadas pelos caminhoneiros, mas também o de evitar que haja conflito. Além da escolta da Polícia Militar, o governador já entrou em contado com o comando das Forças Armadas no Nordeste. “Não vamos esperar as Forças Armadas para agir, mas na medida do possível iremos trabalhar de maneira alinhada”, destacou Paulo Câmara.

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »