Copa do Mundo: conheça os segredos de mais três cidades-sede

sábado, maio 12, 2018
Após um breve passeio por Moscou, São Petersburgo, Kazan e Rostov-on-Don, a Folha de Pernambuco desvenda agora os segredos das cidades e estádios de Sochi, Caliningrado e Iecaterimburgo. Juntos, os três locais serão responsáveis por receber turistas e 14 jogos da Copa do Mundo da Rússia.

Paraíso subtropical, Sochi foi palco dos Jogos de Inverno de 2014. Alguns dos seus principais pontos turísticos são o resort para a prática de esqui e o Parque Olímpico. Localizada no sudoeste da Rússia, o local fica próximo às montanhas nevadas do Cáucaso e do mar Negro. Ao contrário das demais cidades russas, Sochi dificilmente tem temperaturas abaixo de zero no inverno. Durante o Mundial, disputado no verão, os turistas não precisam se preocupar. Quem visitar o lugar, casa da Seleção Brasileira na Copa, encontrará média de 30º C nos termômetros. Excelente para conhecer as praias da cidade-resort.

O palco do torneio, o Fisht Stadium, abriu as portas em 2013 para as Olimpíadas de Inverno do ano seguinte. Ano passado, recebeu quatro partidas da Copas das Confederações. Tem capacidade para 47.700 espectadores e vai sediar seis jogos do Mundial. Um dos duelos será o clássico Portugal x Espanha, pela 1ª rodada do Grupo B, dia 15 de junho.

Localizada entre a Lituânia e a Polônia, à beira do mar Báltico e o Istmo da Curlândia, Caliningrado é dona de belos parques e monumentos históricos, além de um submarino flutuante. Durante a Segunda Guerra Mundial foi alvo de bombardeios britânicos e invadida pelo Exército Vermelho em 1945. Seu nome faz referência a Mikhail Kalinin, revolucionário bolchevique e um dos quatro fundadores da União Soviética. Durante a Copa, os as temperaturas devem girar entre 11 e 23 graus.

O estádio que receberá os jogos da Copa do Mundo é o Kaliningrad Stadium, construído especialmente para a competição. É equipado com sistemas de segurança ultramodernos e encontra-se a apenas 45 km da fronteira com a Polônia. A capacidade é de 35.212 torcedores, mas depois do Mundial passará a abrigar 25 mil, se tornando casa do FC Baltika. No torneio de futebol mais importante do mundo, será sede de quatro jogos, todos da fase de grupos.

Fundada em 1723, Iecaterimburgo tem cerca de 1,5 milhão habitantes. Fica na porção oriental dos montes Urais e é o principal centro industrial e cultural do Distrito Federal dos Urais. Terra de Boris Iéltzin, primeiro presidente da nova Rússia, a cidade tem como destaques turísticos a vista do edifício Vysotsky, um dos mais altos do país (prédio de 50 andares e 188 metros de altura), e o Ganina Yama, um monastério construído em homenagem aos familiares Romanov, do czar Nicolau II. Também é divisa entre a Europa e a Ásia. Para quem se preocupa com a temperatura durante a Copa, o lugar deverá ter mínima de 11 e máxima de 24 graus.

A Ekaterinburg Arena é quem receberá as partidas do Mundial na cidade. Foi inaugurada em 1957 e dispõe de capacidade para 35 mil torcedores graças aos assentos temporários colocados atrás de ambos os gols. Arquibancadas que causam estranhesa aos torcedores, pelo fato de ficarem para fora da cobertura. Passada a reforma para a competição organizada pela Fifa, o estádio teve seu jogo-teste no dia 1º de abril. Ural e Rubin Kazan ficaram no 1x1, em jogo válido pela 24ª rodada do Campeonato Russo. Na Copa, o local receberá quatro partidas, todas elas da fase de grupos.

Cidades-sede

Sochi

Estádio
Fisht Stadium

Capacidade
47.700 pessoas

Número de jogos 6

Caliningrado

Estádio
Kaliningrad Stadium

Capacidade
35.212 torcedores

Número de jogos 4

Iecaterimburgo

Estádio
Ekaterinburg Arena

Capacidade
35.000

Número de jogos 4



FOLHAPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »