Comissão de Cidadania da Alepe reprova convocação de presidente do Detran e realização de audiência

quarta-feira, maio 23, 2018
A Comissão de Cidadania da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) reprovou, nesta quarta-feira (23), a convocação do presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE), Charles Ribeiro, para uma audiência pública com o objetivo de debater problemas denunciados por servidores. A proposta foi apresentada pela deputada Socorro Pimentel (PTB), a partir de informações repassadas pelo sindicato da categoria.

G1 acompanha a rotina da Alepe

De manhã, sindicalistas e trabalhadores acompanharam os debates sobre o tema na reunião do colegiado. Em seguida, realizaram um ato público na frente do prédio do Legislativo. Foi o segundo protesto da categoria, este mês, na Alepe.

Os sindicalistas lotaram o pequeno plenarinho no Edifício Miguel Arraes, no Centro do Recife. A reunião ordinária da comissão contou com a participação de três dos cinco deputados titulares.

O líder do governo na Alepe, Isaltino Nascimento (PSB) e Laura Gomes (PSB) foram contra a convocação e a audiência. O presidente do colegiado, Edilson Silva (PSOL), defendeu a realização do encontro formal e afirmou que vai fazer um convite para Charles Ribeiro apresentar informações sobre as ações do departamento.

Quando a presidência da comissão anunciou a decisão contra a proposta de audiência pública, os sindicalistas vaiaram os deputados que vetaram a convocação. Edilson Silva teve que pedir respeito às normas do Legislativo.

O presidente do sindicato dos servidores do Detran-PE, Alexandre Bulhões, participou da reunião e afirmou que o Detran-PE precisa esclarecer o processo de terceirização de serviços e problemas relacionados ao plano de saúde da categoria.

Segundo ele, o Detran-PE autorizou empresas conveniadas a realizar vistorias para transferência veicular. O sindicato entende que esse processo fere o Código de Trânsito.

“O nosso plano de saúde teve problemas na licitação para a escolha da operadora. Isso já foi atestado pelo Tribunal de Contas do Estado”, afirmou.

Como líder do governo na Alepe, Isaltino Nascimento disse ser contra a audiência pública para tratar de assuntos relacionados ao Detran-PE, uma vez que outros encontros já foram realizados sobre o mesmo tema.

Para o deputado, foi criado um clima de confronto entre representantes do Detran-PE e dos sindicalistas e isso dificulta a realização de audiências públicas. “É inviável fazer uma análise sobre essa relação”, afirmou.

A assessoria de comunicação do Detran-PE informou que não comentaria as denúncias dos sindicalistas.

Audiências

Durante a reunião do colegiado, foi aprovada a realização de uma audiência pública sobre problemas enfrentados por clientes do plano de saúde Hapvida. Os três deputados presentes foram favoráveis à convocação de representantes da empresa.

Por solicitação do líder do governo, a comissão vai convidar integrantes da Promotoria de Defesa de Saúde do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e do governo do estado.

A Comissão de Desenvolvimento Econômico aprovou, nesta quarta (23), a realização de uma audiência pública para discutir a situação dos estaleiros de Pernambuco.

O enconttro ocorrerá no auditório da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), no Centro do Recife, na segunda-feira (28).

O deputado Aluísio Lessa (PSB), que solicitou o encontro, apontou que a falta de encomenda de navios, devido à crise na Petrobras e à redução de pedidos pela Sete Brasil, ameaça a indústria naval de Pernambuco.

Reunião ordinária

Na reunião ordinária da Alepe desta quarta-feira (23), os deputados aprovaram para a redação final um projeto de lei que cria o Subsistema de Inteligência da Polícia Civil, o Sistema de Inteligência do Sistema Prisional e o Subsistema de Inteligência do Sistema Socioeducativo. De autoria do Executivo, a proposta não teve votos contrários.



G1PE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »