Brasil derrota a Coreia do Sul pela Liga das Nações

terça-feira, maio 29, 2018
O Brasil somou mais uma vitória na Fase Classificatória da Liga das Nações ao bater a Coreia do Sul, nesta terça-feira (29), na primeira partida da terceira semana de jogos do torneio, na Holanda. Após dois sets fáceis para a seleção brasileira, as asiáticas cresceram na partida e deram um susto na equipe de José Roberto Guimarães, que venceu por 3x1 (parciais de 25/11, 25/14, 31/33 e 25/20) e somou mais três pontos. Nesta quarta (30), as brasileiras volta à quadra pela Liga das Nações, novamente às 11h30, para enfrentar a Polônia.

Contra as sul-coreanas, a principal preocupação do Brasil era paciência nas viradas de bola. Para levar vantagem frente à defesa adversárias, a levantadora Roberta investiu nas jogadas rápidas com as centrais Bia e Adenízia no início da partida. Fora isso, a boa variação de saque no primeiro set, ora forçado, ora cadenciado, garantiu alguns aces para o Brasil no set inicial.

A Coreia do Sul se soltou mais na segunda parcial, quando abriu dois pontos de cara e, mais segura nas viradas de bola, chegou a fazer 10/6, contando ainda com dois erros do Brasil - uma rede de Adenízia e uma bola para fora de Drussyla, que entrou no lugar de Gabi no set. Tandara e própria Drussyla, porém, brecaram o ímpeto das asiáticas com ataques precisos que valeram o empate no placar. Os times ainda trocaram pontos até o Brasil deslanchar sob o comando de Tandara, bastante acionada pela levantadora Roberta durante a partida e eficiente no bloqueio, e fechar o set.

O terceiro set foi o mais complicado para a seleção brasileira, que cometeu muitos erros nas viradas de bola e viu as sul-coreanas liderarem a parcial na maioria do tempo. José Roberto fez a inversão com Macris e Monique, mas, ainda assim, a equipe não conseguiu engrenar, fazendo ele retornar com as titulares. Na reta final, a Coreia teve dois set points, se complicou nos próprios erros e deu chance ao Brasil A seleção, por sua vez, teve cinco match points, mas falhou demais, devolvendo a vantagem para as asiáticas, que fecharam em 33x31.

Embora seja a principal atacante da equipe atualmente, a oposta Tandara ficou sobracarregada, sobretudo nos pontos finais do terceiro set, quando Roberta praticamente esqueceu as demais atacantes em quadra, incluindo das meios de rede, que foram bastante eficientes quando acionadas, e investiu em Tandara mesmo após erros seguidos dela.

A vitória no terceiro set empolgou a Coreia do Sul, que manteve o bom ritmo e aproveitou o momento de desestabilização das brasileiras. O técnico José Roberto Guimarães, inclusive, não economizou na bronca com o time, que respondeu com mais eficiência em quadra. Roberta passou a variar mais as jogadas, fazendo uma melhor distribuição do jogo, o que ajudou o Brasil a assumir a liderança do placar e só administrar a vantagem para garantir a vitória no set e no jogo.

Liga das Nações:

1ª semana:
Barueri (SP)

15.05 – Brasil 1 x 3 Alemanha (25/15, 22/25, 18/25 e 20/25)
16.05 – Brasil 3 x 1 Japão (22/25, 25/18, 25/23 e 25/11)
17.05 – Brasil 3 x 1 Sérvia (23/25, 25/22, 25/14 e 25/21)

2ª semana:
Ancara (Turquia)

22.05 – Brasil 3x1 Turquia (25/17, 25/19, 23/25 e 25/21)
23.05 – Brasil 3x0 Argentina (25/9, 25/21 e 25/14)
24.05 – Brasil 3x0 República Dominicana (25/20, 25/10 e 25/13)

3ª semana:
Apeldoorn (Holanda)

29.05 - Brasil 3x0 Coreia do Sul (25/11, 25/14, 31/33 e 25/20)
30.05 - Brasil x Polônia - 11h30 (horário de Brasília) - Sportv2
31.05 - Brasil x Holanda - 14h30 (horário de Brasília) - Sportv2



FOLHAPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »