Prefeitura interdita dez imóveis no Bairro do Recife

terça-feira, fevereiro 06, 2018
A Secretaria-Executiva de Controle Urbano (Secon), órgão de fiscalização da Prefeitura do Recife, interditou dez imóveis no Bairro do Recife na tarde desta segunda (6). A ação faz parte de uma grande operação que está sendo realizada no bairro e em todo o percurso do Galo da Madrugada, visando a prevenir acidentes durante o Carnaval. 

A maior parte dos imóveis interditados se encontra em mau estado de conservação, apresentando classificação de risco 3 (alto) ou 4 (altíssimo) segundo a Secon. Algumas edificações possuem condições de funcionar no dia-a-dia, mas podem representar risco durante o período de festa. Outras foram impedidas de sediar camarotes (especialmente as localizadas no percurso do Galo da Madrugada), já que é necessário passar por vistoria prévia de diversos órgãos, como a Secon e o Corpo de Bombeiros, e obter um alvará específico para esse fim.

A equipe da Folha de Pernambuco conversou com o empresário Pepe Valença, cujo imóvel (localizado na rua da Moeda, 149) chegou a ser interditado. "Tenho parecer e laudo da Defesa Civil comprovando que não há risco de ruir. Procurei a prefeitura imediatamente, para comprovar que está tudo OK e poder trabalhar normalmente no Carnaval", destacou.

"A avaliação é feita caso a caso. Alguns imóveis apresentam risco grave e permanente. Outros serão liberados após o Carnaval", explicou a assistente técnica de Controle Urbano Danielle Carla, que esteve presente durante a ação.
Enquanto a Secon realizava as interdições, a Secretaria Mobilidade e Controle Urbano (Semoc) também agia no Recife Antigo, juntamente com a Companhia de Serviços Urbanos do Recife (Csurb). Além de colocar tapumes de proteção em imóveis como a Igreja da Madre de Deus, estão controlando a entrada de ambulantes não-cadastrados em toda a área do bairro.



FOLHAPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »