Ponto do Açaí sofre boicote após dono ser preso

quarta-feira, setembro 13, 2017
A rede de lanchonetes Ponto do Açaí passou a ser alvo de campanhas de boicote nas redes sociais, após o empresário Leonardo Emanuel Mendonça Lacerda, que é diretor executivo da empresa, ser preso na última terça-feira (12). Uma investigação policial concluiu que ele incendiou uma unidade da Casa do Pará para prejudicar o concorrente.

A Casa do Pará que pegou fogo fica bem ao lado de uma loja do Ponto do Açaí, ambas situados na Galeria Riviera, localizada na avenida Conselheiro Aguiar, no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. A Casa do Pará reabriu as portas após meses de reforma para superar a destruição das chamas. Duas fotos estão circulando nas redes sociais mostrando a diferença de público entre os dois estabelecimentos, na noite desta quarta-feira (13). O que foi vítima do crime estava lotado, enquanto o vizinho estava vazio.

O movimento de boicote começou logo após a prisão de Leonardo. Quando o portal FolhaPE publicou a notícia, vários internautas externaram incredulidade, decepção, afirmando que não frequentariam mais o local. No Facebook do Ponto do Açaí, uma nota foi publicada nesta terça esclarecendo que “a rede de lojas é formada por franquias com gestão independente a cargo de seus respectivos franqueados”. A publicação também foi acompanhada de protesto.

Entenda o caso
A unidade de Boa Viagem da Casa do Pará foi atingida por um incêndio na madrugada do dia 20 de janeiro. A rede é conhecida por vender açaí original e versões adaptadas, além de tacacá, pato no tucupi e farinhas típicas do Norte. Houve total destruição do estabelecimento comercial. As chamas não atingiram os estabelecimentos vizinhos - uma lanchonete que também vende açaí e uma casa lotérica.

Testemunhas informaram que viram homens, em uma moto, parando no local e jogando querosene. A proprietária do estabelecimento, Luzilda Oliveira, falou, na época do incêndio, que acreditava que as chamas teriam sido criminosas. A Casa do Pará havia acabado de inaugurar uma unidade no Espinheiro, na Zona Norte do Recife.

Na última terça (12), o empresário Leonardo Emanuel Mendonça Lacerda, diretor executivo do Ponto do Açaí, foi preso por mandar incendiar a Casa do Pará, conforme concluiu o inquérito policial. Segundo o delegado Joel Venâncio, da Diretoria Integrada Metropolitana, Leonardo era obcecado em atrapalhar o concorrente.



FOLHAPE

Comente

Veja Também

Anterior
« Prev Post
Próximo
Next Post »